Archives

5 filmes para ver em Novembro

Filmes para ver em Novembro? Não seja por isso, aqui vão 5. Com a chegada do frio, da chuva e do vento, estes 5 filmes são perfeitos para ver em casa no sofá com direito a manta e muitas pipocas. Ainda não ligaste o microondas?

Doce novembro

Nelson Moss (Keanu Reeves) é o típico executivo viciado no trabalho que apenas se preocupa com o êxito e que não tem tempo para o amor. Tudo muda, quando Moss se cruza com a encantadora Sara Deever (Charlize Theron). Avessos a compromissos, ambos decidem embargar na aventura e começam um namoro muito pouco convencional: Vão pôr-se à prova por um mês – sem obrigações, sem requisitos, sem pressões – e depois cada um segue o seu caminho. Mas o que eles não contavam era apaixonar-se um pelo outro. Aquele Novembro mudará para sempre as suas vidas…

Chocolate

Vianne Rocher (Juliette Binoche) e a sua filha Anouk (Victoire Thivisol) mudam-se para uma pequena e conservadora cidade chamada Lansquenet , na França, onde abrem uma loja de chocolate em plena época de Páscoa. As doçarias de Vianne começam a despertar velhas esperanças e inesperadas emoções nos habitantes. O impacto é tal que o inesperado acontece…

O fabuloso destino de Amélie Poulain

Amélie Poulain (Audry Tautou) não teve uma infância feliz. Amélie é uma jovem inocente e ingénua que vai para Paris, onde arranjou emprego como empregada num café em Montmartre. Porém um trágico acontecimento vem alterar a sua forma de ver vida e fazer com que descubra que a sua verdadeira vocação é ajudara os outros e, no meio disto acaba por conhecer o amor da sua vida…

Amar em Nova York

Nova York é o cenário perfeito para uma história de amor que será tão efémera como o Outono. Will Keane (Richard Gere) é um galã quarentão e carismático, proprietário de um dos restaurantes mais frequentados pela alta sociedade nova-iorquina. Considera-se um céptico em relação ao amor: para ele, as relações não passam de pequenas e breves aventuras sem qualquer importância, onde não existem nem sentimentos nem compromissos. Mas um dia conhece Charlotte Fielding (Winona Ryder), uma jovem de 21 anos que ama a vida. Cativado pela jovialidade de Charlotte, Will não olha à diferença de idades e às expectativas de cada e quando dão por eles estão a viver uma intensa paixão. Mas o que Will não sabe é que Charlotte tem um segredo…

Um passeio para lembrar

Landon Carter (Shane West) é um dos jovens mais “cool” finalista do liceu, conhecido pela sua irreverência e rebeldia. Mas a popularidade nem sempre traz coisas boas e, depois de um acidente que deixa um colega paralisado, e que quase atira Landon para a prisão, o diretor do liceu decide aplicar-lhe um castigo, nomeando-o responsável de um programa de ajuda a jovens carenciados e dando-lhe um papel na peça de teatro da escola. Sem saber o que fazer, decide pedir ajuda na interpretação de uma peça a uma das raparigas certinhas e menos populares do liceu Jamie (Mandy Moore), uma menina conservadora e católica que é ainda por cima é filha do pastor. A única condição que Jamie coloca a Landon é este não se apaixonar por ela…

O que achas desta programação de filmes? E se te pedíssemos 5 filmes para ver em Novembro?

Boas sessões de cinema em casa, muitos filmes, muitas pipocas e claro muita diversão.

 

 

 

 

7 erros de maquilhagem que devemos evitar

A maquilhagem é a nossa melhor aliada de dia e de noite. É com a ajuda dela que disfarçamos imperfeições, destacamos os pontos fortes e realçamos a nossa beleza natural (sim, como diz a música ela é linda sem make-up). Mas como tal como tudo na vida, também a maquilhagem requer um ponto de equilíbrio, o que acontece é que a maquilhagem em excesso pode destruir por completo a nossa imagem e causar um efeito contrário ao pretendido.

A maquilhagem hoje faz parte da rotina da maior parte de nós mas não chegámos até aqui sem passar por um processo de aprendizagem. A maquilhagem feita em casa requer muito treino, truques e asneiras que revelam aquilo que funciona e aquilo que não funciona connosco. É importante conhecermos muito bem o nosso rosto e quais os cuidados que devemos ter. Não basta aplicar maquilhagem, é preciso saber se é adequada ao nosso tipo e cor de pele. Tem de se pensar também na cor dos olhos, nos lábios, no cabelo, enfim há muitos pontos importantes a equacionar.

Estás preparada para saber quais os 7 erros de maquilhagem que devemos evitar?

  1. Não hidratar e preparar a pele para receber a maquilhagem

Não vás em conversas, não é preciso gastar muito dinheiro para conseguir a pele perfeita. Existem hábitos de beleza que não podes deixar de fazer, e acredita o segredo de uma pele saudável, hidratada e luminosa está aqui. O importante é conseguires manter uma boa rotina que te permite ter a pele sempre limpa, hidratada e protegida do sol (todos os dias, inclusive no inverno). Por outro lado, a saúde da pele também está naquilo que comemos e principalmente na água que ingerimos.

  1. Tom de base errado

Decora isto: o tom de base não deve alterar o tom de pele natural. O tom de base deve ser escolhido o mais parecido com o nosso tom de pele. É muito importante que quando fores escolher uma base faças um teste, eu costumo colocar um pouco na zona do maxilar. Lembra-te que ao longo do ano o nosso tom de pele muda, principalmente no verão. Por isso, é importante ter um tom de base diferente.

  1. Esquecer o pescoço

Um dos maiores erros de maquilhagem, é negligenciarmos o pescoço. Nunca te esqueças depois de aplicares a base no rosto deves fazer o mesmo no pescoço. Caso contrário aquele tom natural que pretendes com o look não será conseguido.

  1. Corretor de olheiras demasiado claro

É um dos piores erros que podemos cometer. Todas sabemos que o cansaço e a fadiga não favorecem a saúde da nossa pele e para não bastar realçam as nossas inimigas olheiras. É possível disfarçar as olheiras o que não pode acontecer é que o tom do corretor seja mais claro do que o tom de base que usamos no resto do rosto.

  1. Demasiado blush

Aqui aplica-se o velho lema “Less is More”, isto é menos é mais. Como sabes o pó de blush tende a ser mais pigmentado que o pó de base, e tal como o bronzeador apenas deve ser aplicado nas maçãs do rosto e em pouca quantidade para que pareça um tom rosado natural. Podes usar o pincel para esbater o tom, é infalível!

  1. Pestanas com máscara em excesso

Esquece as pestanas carregadas, com grumos e coladas pela máscara. Não há nada de natural nisto. Mais uma vez, nada de exageros.

  1. Cor do Batom

Sabias que a cor do batom também deve ser escolhida em função do nosso tom de pele? Pois é, não só a cor do batom tem que estar em sintonia com a cor do rosto como deves evitar cores extravagantes e demasiado chamativas.

Conheces outros erros de maquilhagem que devemos evitar? Então partilha nas nossas redes. Queremos sair de casa lindas e maravilhosas e não prontas para um baile de carnaval (não que já não tivesse acontecido)

Porque gostamos de ver filmes tristes?

Ver filmes tristes resulta sempre em algumas lágrimas, e chorar por chorar, digamos que não é algo que gostamos de fazer, a não ser que seja chorar de tanto rir 😉 Assim, digamos que é genial!

Mas com os filmes tristes, a conversa é outra. Esquecendo as cenas más, quando vemos filmes tristes, choramos mas é de tristeza. Mas, o que tu não sabes é que chorar a ver filmes tristes lá no fundo, é bom. Pode parecer estranho, mas quanto mais chorares, mais aumentas teu o nível de felicidade e satisfação que tens com a tua própria vida.

E para que conste, nada disto é fruto da minha imaginação. Existem estudos psicológicos sobre o tema que basicamente dizem, que quando passas por momentos de tristeza, mais valor dás aquilo que tens, porque vês que a situação em que te encontras não é tão má como a das personagens do filme.

Além disso, os filmes tristes muitas vezes baseiam-se em histórias da vida real, pelo que, de alguma forma, é “igual” a vermos a forma como as pessoas, com quem nos cruzamos no dia a dia, lidam com situações tristes e que as fazem a elas e a nós chorar. Logo, fazer comparações é inevitável e naturalmente leva-nos a pensar que a nossa vida afinal não é assim tão má, e saímos do cinema mais felizes que uma perdiz!

Mas, nem sempre se chora por amor à sétima arte. Há filmes tristes bons e filmes tristes maus. Dentro do universo dos filmes tristes, há filmes como “E tudo o vento levou”. São os clássicos, que não nos cansamos de ver. Estão constantemente a passar na televisão e mesmo assim ainda aproveitamos para os gravar, ou ainda há quem seja do tempo em que a estante de DVD’s e VHS não chegava e era preciso um móvel inteiro. Os clássicos são assim, já os vimos infinitas vezes, mais coisa menos coisa, e mesmo assim vale sempre a pena ver mais uma…

E por falar em clássicos, lembrei-me de um outro “A vida é bela” de Roberto Benigni, certamente um dos filmes tristes mais bonitos que foram feitos. Fico com pele de galinha só de me lembrar da história, e por falar neste clássico, quem não se desfez em lágrimas? É fisicamente impossível. Bem, como se diz por aí: um clássico é sempre um clássico! E eu recomendo a 100% (;)

Mas para não dizeres que só gosto de clássicos, vou recomendar-te dois filmes modernos em comparação com os anteriores. Na verdade não sei se podemos enquadrá-los na categoria de filmes tristes mas decerto, andam lá perto, já que não foram precisos muitos minutos de filme para eu chorar como uma Madalena, o filme chama-se “UP”. Quando estava desfeita em lágrimas e rodeada de lenços, pensei “porque fazem isto às crianças?” Em fim, se os filmes tristes a longo prazo nos fazem sentir melhor, vamos a eles!

Se quiseres usa as nossas redes sociais para partilhar os filmes tristes que te ficaram na memória, mais que não seja para todas juntas soltarmos umas quantas lágrimas J

6 Conselhos para combater a depressão pós férias

Combater a depressão pós férias não é tarefa fácil. Mas é assim a vida e o mês de Agosto já era e, com ele foi-se o verão e as férias da maior parte de nós. Mas como tu, existem muitas outras mulheres a sofrer de depressão pós férias e por isso vou ajudar-te a evitá-la.

É por esta e por outras que existe o blog prazeres descalços, porque é com pequenos prazeres que pensamos no teu bem-estar. O que te sugiro é que sigas à risca alguns conselhos que tenho para ti para que, o regresso à realidade e à rotina do dia-a-dia seja um processo o menos duro possível.

6 Conselhos para combater a depressão pós férias

 

1.    Programa as tuas férias para quando voltares teres tempo para uns últimos dias de descanso

É algo que muito pouca gente tem em conta, mas não há nada melhor que voltar das férias e poder contar com uns belos dias de descanso em casa a organizar o regresso à realidade. Reserva um par de dias para por roupa a lavar, tratar da casa, saber notícias da família e amigos, ler emails do trabalho e finalmente repor os níveis de descanso. Este é o melhor remédio para quem quer evitar a depressão pós férias.

2.    Acorda cedo uns dias antes

Quando estamos de férias o nosso corpo fica mal habituado, pois acordar tarde e a más horas é regra obrigatória. Por isso, o primeiro dia pós férias é para deitar cedo e cedo erguer, só assim acostumas novamente o teu corpo à rotina do dia-a-dia. Tenho a certeza que não queres aparecer no trabalho como um personagem do The Walking Dead.

3.    Mantém um estilo de vida saudável

Pratica exercício físico para ativares o teu metabolismo e libertares endorfinas é fundamental. As endorfinas vão fazer-te ver o regresso à rotina pós férias de forma positiva e não como o fim da boa vida, que deveria ser eterna, ambas sabemos!

4.    Divide os dias de férias

O lema “vive os dias de férias como se não houvesse amanhã” não deve ser levado à letra, já que depois das férias vem o trabalho. Dividir os dias de férias é essencial. Deste modo, assim que acabarem os teus dias livres, sem horários ou preocupações podes sonhar com aqueles que ainda te restam.

5.    Não sobrecarregues o teu regresso com uma lista de coisas por fazer

O regresso pós férias deve ser um processo progressivo, isto é, se tens muito trabalho pela frente não caias no erro de meter tudo em ordem no primeiro dia, caso contrário vais acabar como a rapariga do exorcista! É fundamental planear e organizar uma lista de tarefas por prioridade. Lembra-te que Roma não se fez num dia, pelo que é perfeitamente normal estares desatualizada de tudo o que aconteceu durante a tua ausência.

6.    Dormir, dormir e voltar a dormir. É a melhor forma para curar a depressão pós férias.

Mesmo que te sintas super híper mega relaxada da vida, voltar ao trabalho é um choque para qualquer ser humano. Regressar à rotina, horários, pressão, stress, ginásio… Toda esta atividade é excessiva para quem esteve de férias, por isso há que respeitar os horários de sono e fazer um esforço extra para carregar baterias, pelo menos na primeira semana de trabalho (que é sem dúvida a pior).

O mais certo é achares estes 6 conselhos para evitar a depressão pós férias como a melhor forma de enfrentar os longos meses de trabalho que se seguem. Por isso, não deixes de os pôr em prática. É difícil esquecer o “dolce fare niente”, não é? A menos que sejas invencível como a super mulher e não precises destes conselhos, mas infelizmente és uma mera mortal.

Se gostaste deste post não deixes de o partilhar com as tuas amigas através das redes sociais. Temos todas de abraçar esta causa, e combater a depressão pós férias!

Férias para solteiros: Alternativas para este verão

Ir de férias com amigas é do melhor que há! A boa disposição é a anfitriã de todas as festas em que risos, gargalhadas e confidências não faltam. O problema é que todas sabemos que se trata de algo efémero. Em breve todas vão arranjar namorado (se é que algumas já não têm) pelo que mais tarde ou mais cedo também tu vais pelo mesmo caminho. Mas se assim não for, não te resta à partida outra alternativa que não ires de férias com os teus pais ou ficar sem vontade de explorar outras alternativas (como férias para solteiros) que hoje em dia, estão à distância de um clique. Como quase tudo, não é verdade?

Se estás a ler este post é porque muito provavelmente ainda estás a pensar o que fazer estas férias ou na pior das hipóteses não programaste nada e ficaste em casa. Ou ainda, porque tens um amigo ou amiga que continuam solteiros e todos os anos vivem o mesmo drama quando se fala em férias. Para variar (risos) pensámos em todas estas hipóteses e reunimos alternativas.

Imagina que te propomos um plano de férias para solteiros capaz de despertar o teu espírito aventureiro que já nem te lembravas que existia dentro de ti?

Sim, é isso mesmo, todas temos um lado selvagem dentro de nós (só que com muito estilo), é só preciso acordá-lo.

Vamos propor-te algo que jamais pensaste seres capaz de fazer: ir de férias sozinha! Bem, tecnicamente falando isto não é bem assim! As alternativas que te vamos sugerir são exclusivas para solteiros e solteiras que partilham da mesma vontade: passar tempo a conhecer gente que valha a pena. Se a partir daí, surgir algo mais, só depende de ti, já que não vem incluído no pacote de férias.

Cruzeiros: Para os amantes do conforto

Se és do tipo que vai de férias gosta de ter tudo ao seu alcance e mais importante de tudo não mexe uma palha, então os cruzeiros são uma excelente alternativa pois encaixam no teu perfil que nem uma luva. Podes contar com cinemas, discotecas e todo o tipo de piscinas, e ainda podes visitar as tuas cidades preferidas.

Pensa nesta alternativa da seguinte maneira: Queres iniciar-te nisto das férias para solteiros. És uma pessoa tímida, queres estar rodeada de pessoas e ao mesmo tempo valorizar o teu próprio espaço.

Viajar pelo mundo: para os aventureiros

Embora os mais conhecidos sejam os cruzeiros para solteiros, também há viagens organizadas.

Nesta categoria, alternativas para umas férias diferentes não te faltam. Podes partir à descoberta de países como a Austrália, Argentina, Brasil… e disfrutar destas férias de verão na companhia de gente aberta e sociável. É a fórmula perfeita para quem quer conhecer gente num ambiente divertido e descontraído como é uma viagem.

Pensa nesta alternativa da seguinte maneira: Adoras um desafio, e queres conhecer um país ou cidade na companhia de pessoas carregadas de boas energias. Quem sabe, se conheces alguém que possas vir a considerar como amigo. Ou amiga.

Mentaliza-te: só custa dar o primeiro passo! Optares por este tipo de férias destinadas a solteiros e solteiras pode parecer-te difícil e até constrangedor, já que à partida não conheces ninguém. Mas uma coisa é garantida: vais querer repetir!

Deixo-te aqui um desafio: estas férias parte à aventura de pés descalços para que possas tirar o máximo de proveito e mal regresses, conta-nos tudo! E se tens uma amiga solteira que não sabe o que fazer este verão partilha este post. Ficar em casa não é alternativa!

O drama de ser friorenta

O drama de ser friorenta resume-se ao seguinte: és a típica pessoa que se está constantemente a queixar do tempo frio, reclamar do ar condicionado ligado ou da janelas abertas que fazem corrente de ar. Bem, só para que saibas pertenço ao grupo. Não que sejamos assim muitos, a maior parte das pessoas considera-nos uma minoria, mas na verdade sejamos muitos ou poucos no dia a dia sofremos bastante com o frio!

Sempre existe alguém que te diz: estás a exagerar, não está assim tanto frio! Ou pior, pessoas que estão a morrer de calor no mesmo espaço em que tu estás a congelar em que o mais parecido contigo é um cubo de gelo.

Nesta situação tens duas opções:

  • Lutar pela vida ou morte entre ligar ou desligar o ar condicionado e abrir ou fechar as janelas.
  • Dás a batalha por perdida e vestes uma camisola ou um casaco mais quente.

Eu recomendo que escolhas a segunda opção, até porque tu és como um unicórnio e o mais certo é não haver por perto ninguém que viva o drama de ser friorenta e por isso mesmo, o melhor é não dares muito nas vistas e juntares-te ao grupo dos calorentos. Nada como zelar pela harmonia do grupo, não é? (estou só a ser irónica)

A melhor coisa a fazer é: sair de casa com roupa extra a pensar em todo o tipo de ocasiões e situações!

Quando sofres do drama de ser friorenta tens que ter sempre um casaco à mão, mesmo que seja verão pois a qualquer sítio que vás, podes encontrar um maldito ar condicionado ligado: autocarro, refeitório, biblioteca, supermercado, restaurante, discoteca… Faz frio em todo lado!

Eu sou menos fã do inverno que do verão, pelo menos não é tão complicado escolher o que vestir. Bastam umas camadas de roupa quente e já está. Mas se nos pedissem para eleger uma destas estações a escolha era óbvia: verão sempre!

O que não dávamos por viver numa ilha tropical todo o ano…

Uma das incompatibilidades que existe na vida de uma pessoa friorenta é conseguir sair linda e maravilhosa e ao mesmo tempo quente. Este sim é um dos grandes dramas de ser friorenta!

Como podes ser sexy se levas sempre contigo aquela camisola feita pela tua mãe?

Isto não significa que em algum momento não tenhamos calor, não somos de ferro. Somos seres humanos e suamos por isso, sentimos satisfação ao entrar numa sala com ar condicionado, quando fazem “40 graus à sombra” na rua. Mas, passar de 40 para 15 graus não é saudável para ninguém… bem, para os pinguins é do melhor que pode haver.

Estas coisas só nós entendemos, pois vivemos o drama de ser friorentas:

  1. Para nós é normal comprar ou preparar um café, um chá ou uma sopa quente ou qualquer outra coisa que nos aqueça nos dias frios de inverno.
  1. A melhor época para nós é o verão, mas ao sol, porque de baixo do ar condicionado nem pensar.
  1. Quando estás feliz e tranquila no interior de um lugar quente e alguém se queixa do calor e decide abrir uma janela, fazendo com que o frio entre, mete-se um frio que te gela os ossos por horas a fio.
  1. Digamos que não é das tuas frases favoritas quando te dizem: tens frio? Mas, está tanto calor!
  1. A única moda que segues é a da cebola, vestir muitas camadas para manteres sempre uma boa temperatura corporal. Comprar casacos compridos no inverno ou umas jaquetas confortáveis para os dias quentes faz parte das tuas idas ao shopping.
  1. Se descobres um objeto quente não perdes tempo em agarrá-lo com as mãos e ali o deixas até que tenhas que o largar para não te queimares.
  1. Sair da cama numa manhã de inverno é a pior coisa que te pode acontecer, é uma verdadeira tortura e o pior é que se repete manhã após amanhã até que o frio se vá embora para dar lugar às temperaturas amenas da primavera. Para ti acordar no inverno é o mesmo nível de esforço que se tivesses que escalar o Everest.
  1. Dormir sem meias nunca é opção, só as tiramos se houver necessidade… (risos)

Se sofres na pele o drama de ser friorenta, podes partilhar estes nossos desabafos e truques para te sentires mais quentinha enquanto passeias pelas redes sociais. Para nós são verdadeiros prazeres descalços!

Hábitos de beleza que não podes deixar de fazer

De certeza que conheces a importância dos hábitos de beleza como o cuidado da pele e do cabelo, e o quão benéfico é para a nossa saúde praticar exercício físico todos os dias… Mas infelizmente todas sabemos que por vezes é difícil manter a rotina pois cada vez mais temos um ritmo de vida acelerado. Posto isto, o melhor remédio para cuidarmos de nós é arranjar uma maneira fácil e divertida para o fazer.

As manhãs são essenciais para darmos início à rotina de hábitos de beleza se queremos começar o dia com boa energia e ter a pele com boa aparência. Vou desvendar-te o meu truque preferido. Vais precisar de um borrifador com água para teres no frigorífico, para quando te começarem a “dar os calores” borrifares a água sobre o rosto. É um revigorar instantâneo. Vais sentir o rosto menos inchado e hidratado. Este truque é infalível!

Vamos ver alguns hábitos de beleza que não podes deixar de fazer

  • É pela manhã que deves pôr em prática a tua rotina de hábitos de beleza por isso, começa por ativar o teu corpo. Experimenta acordar 30 minutos antes e beber um copo de água em jejum. Procura no Youtube uma rotina de exercícios (tens um monte delas à tua disposição) com a qual te sintas bem e, segue o velho lema: esquerda direita, encolhe a barriga e estica o peito! Desta forma vais começar bem o dia com vontade de abraçar o mundo e é garantido que chegas à noite completamente rendida.
  • Faz uma limpeza de rosto de manhã e à noite, podes utilizar óleo de coco ou óleo de amêndoas doces, é como preferires e te sentires melhor. O importante é perceberes o quão importante é este ritual fazer parte da tua rotina de hábitos de beleza. Opções não faltam, tudo depende se queres gastar mais ou menos num óleo, leite ou água de limpeza. Não posso deixar de te dizer, que os produtos naturais são sempre os melhores cosméticos que podemos utilizar pois estamos a cuidar de nós e ao mesmo tempo do ambiente. Utiliza por exemplo um leite de coco orgânico que não tenha sido refinado, assim, tens a certeza que todas as suas propriedades estão lá.

Vamos supor que optas pelo óleo de coco. Coloca uma colher de óleo nas mãos e em seguida massaja levemente o rosto durante cerca de um minuto. Depois, molha uma toalha limpa com água tépida e coloca sobre o rosto durante 30 segundos, retira o óleo em excesso et voilá… Linda e maravilhosa! Depois claro podes aplicar o teu creme hidratante e usar maquilhagem como habitualmente fazes.

  • Para cuidar do cabelo e mantê-lo hidratado, também podes usar o óleo de coco. Utiliza novamente uma colher de chá, esfrega muito bem o óleo nas mãos e entre os dedos e passa no cabelo desde a raiz até às pontas. Deixa atuar durante uma ou duas horas. Depois só tens de lavar o cabelo, com os produtos que utilizas regularmente e estás ready to go. Podes fazer esta hidratação profunda uma vez por semana, mas não abuses! Qualquer hidratação mais forte quando usada em excesso rapidamente deixa um cabelo seco em cabelo muito oleoso.
  • Cuida da tua alimentação. Isto é essencial para manter a beleza tanto por dentro como por fora. Experimenta comer proteínas logo de manhã e substituir a chávena de café por chá verde. Garanto-te que carregas todas as tuas baterias em menos de nada!

Como podes ver não são hábitos de beleza nada complicados de fazer e o melhor é que, não pesam na carteira. Não precisas de 400 cremes diferentes para conseguires manter a tua pele hidratada. Assim que perceberes quais os hábitos de beleza que não podes deixar de fazer e definires uma rotina com as dicas e truques que aqui te deixei, não vais querer outra coisa!

Coisas a fazer antes, durante e depois de uma viagem

Viajar é um dos melhores prazeres que podemos ter. Com companhia ou mesmo sozinha no que toca a partir à descoberta do mundo não há tempo para desculpas nem hesitações! O mundo tem tanto para nos mostrar que se complicarmos muito não chegamos a ver nem metade do tanto que temos para descobrir. Viajar é o melhor que podes fazer!

Com o verão, o mais certo é a tua próxima viagem estar ao virar da esquina. Mas lembra-te antes de embarcares na tua próxima viagem e partires à descoberta deves agir como um verdadeiro profissional e fazer uma lista de tudo o que não te podes esquecer de fazer antes, durante e depois.

Antes da Viagem

  • Pesquisa

Deves fazer uma boa pesquisa antes da tua próxima viagem. Hoje em dia, viajar está ao alcance de todos já que, praticamente todas as cidades, até mesmo as mais pequenas, contam com uma página na internet onde podes encontrar agendas culturais com próximos eventos. Pede dicas e sugestões a amigos ou nas redes sociais – vais ficar surpreendida com a quantidade de pessoas dispostas a partilhar informações e experiências sobre as suas viagens. A pesquisa é o primeiro passo para ficares entusiasmada e ansiosa por partir à aventura.

  • Toma nota das regras

É muito importante, de viagem para viagem, confirmares que tens o passaporte atualizado e as vacinas em dia. Não te esqueças que dependendo do teu destino as regras relativas ao tempo em que estás autorizado a ficar como turista podem variar muito. Faz uma cópia de todos os teus documentos, assim como deves imprimir bilhetes e reservas de hotéis. Nada como uma mulher prevenida.

  • Aprende expressões locais

Investires o teu tempo a fazer parte de uma cultura com uma língua diferente dá-te a capacidade de te adaptares a qualquer situação durante a tua viagem para além da experiência incrível que é.

  • Leva dinheiro

É sempre bom teres algum dinheiro contigo. Caso seja necessário troca dinheiro para a moeda local. Pensa que nem sempre existem caixas multibanco. Muito cuidado com os carteiristas – nunca tenhas todo o teu dinheiro no mesmo sítio e claro nunca deixes dinheiro ou a tua carteira no quarto de hotel.

  • Leva uma mochila ou mala de boa qualidade

Como é óbvio, viajar significa que deves levar roupa confortável e apenas a que te fizer falta. Pode parecer-te um cliché, mas é muito importante que a tua mochila ou mala seja de boa qualidade e isso não significa que tenha que ser cara. Certifica-te que o material é bom e os fechos de boa qualidade, já imaginas-te o que é rebentar um fecho, ter uma alça que se descose ou uma roda partida durante a viagem?

Durante a Viagem

  • Não te percas

Certamente tens um dispositivo iOS ou Android pelo que não terás que te preocupar em andar com mapas e guias em papel. Graças ao Google viajar tornou-se muito mais fácil. Podes salvar mapas e itinerários que podes ver até em modo offline – assim não gastas roaming. Podes organizar tudo isto mesmo antes da viagem.

  • Fotografa tudo o que vês

Provavelmente vais tirar milhões de fotografias durante a tua viagem e mostrá-las em tempo real no teu instagram. Todos os momentos, lugares e experiências devem ficar registados. Acho que fazes muito bem! Porque não crias um blog, ou uma galeria de fotos online como o Flickr ou SmugMug e fazes o upload delas todos os dias?

Depois da Viagem

  • Faz uma caixa de recordações

Se és daquelas que não perde a oportunidade de guardar uma ementa, um postal, um bilhete, ou pequenos objetos que encontra durante a viagem, arranja uma caixa e coloca-lhe uma etiqueta. Mais tarde vai saber-te bem ver todas essas recordações.

  • Começa a pensar na tua próxima aventura

Palavras para quê? Viajar é a melhor forma de nos conhecermos a nós próprios, adquirir novos conhecimentos e experienciar o até então por nós desconhecido. Não percas tempo, começa já a pensar qual será o teu próximo destino!

Boas aventuras.

5 truques para usar sapatos de salto alto

Pensar em levar sapatos de salto alto sem antes pensar que os pés nos podem doer a qualquer altura é sem margens para dúvidas um dos maiores dilemas com que o universo feminino se depara! Deixam-nos ainda mais bonitas, sensuais e confiantes mas por vezes conseguem ser uma autêntica tortura!

Bem, vou ser direta e dizer-te umas quantas coisas:

  • Não vás em cantigas, os sapatos de salto alto não são cómodos nem confortáveis. E sim eu sei, é algo que desejas que assim seja mas, esta é a verdade pura e dura!
  • Nenhum outro acessório estiliza tão rapidamente um look como uns sapatos de salto alto.

No fim de contas, só queremos aproveitar a festa e claro, quanto mais confortáveis melhor.

Em época de casamentos e batizados e festas de verão que começam com o pôr do sol e continuam noite dentro até que este nasça outra vez, os sapatos de salto alto não nos dão descanso.

Assim que, não nos resta outra hipótese se não recorrer a uns pequenos truques que, como por magia, nos ajudam a suportar melhor qualquer sapato de salto alto:

1.    Palmilhas de Silicone para sapatos de salto alto

Ter a sensação de estar a pisar um terreno mole como se tivesses uns ténis também é possível com uns sapatos de salto alto. Como? É muito simples. Conheces as palmilhas de silicone que se colocam na parte da frente do sapato? Podes encontrá-las nas farmácias: o conforto é garantido. Ah! E já que vais passar pela farmácia, compra também um stick roll-on para prevenir os calos ou as feridas que normalmente resultam do roçar da pele dos pés nos sapatos. É o chamado: remédio santo!

2.    Yoga para os pés

Yamuna Zake, defensora do “foot fitness” criou uma série de exercícios para conseguir que os pés não sofram tanto com o uso dos sapatos de salto alto. Vê os vídeos disponíveis no Youtube e começa já a praticar. Essencialmente, vais melhorar o equilíbrio e acima de tudo reduzir o pesadelo que é uma dor de pés!

3.    Escolhe bem os teus sapatos de salto alto

Dizem que a altura perfeita de um salto é de 7,5 cm porque estilizam o look sem ser demasiado altos. Esquece o salto agulha e aposta nas plataformas ou tacão pois ambos dão mais suporte aos teus pés, e são mil vezes mais confortáveis. Para além disso estão na moda! Que mais queres?

4.    Fita adesiva de dupla face

Para não massacrar os pés e aguentar todo o dia os saltos sem que estes se tornem um verdadeiro pesadelo, existe um truque muito usado pelas famosas. E se elas o usam, é porque realmente funciona!

Usa uma fita adesiva de dupla face de forma a colares a palma do pé ao sapato, tudo menos com sandálias abertas, pois fica horrível… já que tens o pé a descoberto.

5.    Creme com Ibuprofeno

Dar uma massagem com este tipo de creme antes de calçar sapatos de salto alto é algo que as famosas também fazem. Estes cremes ou pomadas têm propriedades anti-inflamatórias e analgésicas e evitam a dor. São perfeitas para aguentar os saltos todo o dia e toda a noite.

Se tens os teus próprios truques para usar sapatos de salto alto, não deixes de os partilhar comigo nas redes sociais.

Protege a tua pele do sol

A exposição solar tem muitos benefícios para a saúde, desde a fotossíntese à produção de vitamina D. É nesta altura do ano que mais fazemos atividades ao ar livre que, não só nos dão energia como garantem hábitos de vida saudáveis. Mas como em tudo na vida, também a exposição solar requer um ponto de equilíbrio, caso contrário, o sol passa rapidamente de amigo a inimigo. O que quer dizer que manter a pele hidratada e protegida é uma prioridade. Pensa que, se não te protegeres do sol os dias inesquecíveis que tanto queres viver podem significar problemas imediatos ou futuros para a tua pele. E nós não queremos isso, certo? Protege a tua pele do sol é que se bem te lembras, pele só temos uma!

Como já falámos, manter uma alimentação equilibrada tem influência não só na saúde do organismo como ajuda a manter a pele hidratada. Protege a tua pele do sol com  juda de alguns alimentos, como te vou mostrar. Estes contêm substâncias que preparam a pele para os dias de sol. Por outro lado, os dias mais quentes aumentam a perda de líquidos através do suor, pelo que, é necessário fazer uma reposição adequada através da ingestão de líquidos.

Tudo o que queremos é manter a pele hidratada, prevenir os escaldões e as queimaduras, a pele irritada e seca e claro, a desidratação. Por isso, vamos começar por ver quais os alimentos que melhor nos ajudam a preparar e proteger a nossa pele do sol, sem esquecer o uso de um bom creme protetor.

Protege a tua pele do sol

Protege a tua pele do sol com alimentos ricos em carotenóides – são perfeitos para manter a pele hidratada. Estes alimentos têm uma espécie de poder reconstrutivo na nossa pele já que ajudam a restaurar as zonas danificadas pelo sol. São alimentos como a laranja, a abóbora, a papaia, os espinafres, o tomate, a cenoura e os brócolos.

O peixe, as sementes de chia, cânhamo ou linho, assim como o abacate, têm um alto teor em Omega 3 que faz com que a nossa pele seja menos sensível aos raios solares. O que é que tu julgas, protege a tua pele do sol: para ficar bronzeada não basta estender a toalha!

E o que não pode mesmo faltar é uma dieta equilibrada rica em alimentos que ajudam a manter a tua pele hidratada por dentro e por fora. Esta dieta deve incluir todo o tipo de frutas e vegetais, o que para ti é ótimo pois é só lavar a maior parte et voilá! Estão prontos a comer.

Mas infelizmente a alimentação não é tudo. Também é preciso mimarmos a nossa pele por fora e isto significa protege-la do sol. Conseguir uma pele hidratada com aquele tom dourado que tu tanto gostas só é possível com a ajuda do protetor solar e do creme hidratante.

Para começar tens de fazer uma limpeza a fundo na tua pele para eliminar as impurezas e as células mortas. Isto vai permitir que a tua pele respire e que se renove. Podes utilizar um exfoliante para este efeito, mas peço-te que optes por produtos naturais, pois muitos dos exfoliantes à venda no mercado contém micropartículas de plástico que vão direitinhas para o mar, e isso tenho a certeza que tu não queres. Estas partículas são tão pequenas que não se conseguem filtrar.

Também podes optar por fazer o teu próprio exfoliante. Sai um DIY (do it yourself) para a mesa do canto. Só precisas de óleo de coco e açúcar ou de, aveia triturada e água. Depois de aplicares esta maravilha natural só tens de passar por água. Para terminares em grande, aplica o teu creme hidratante, que se tiver óleo de coco, ainda melhor! Não há receita melhor para conseguires manter a tua pele hidratada.

Outra coisa que deves fazer é uma exposição progressiva ao sol. Começa por períodos curtos nos primeiros dias e evita sempre as horas de maior calor (entre as 11 horas e as 16h30). Vou dar-te uma sugestão se tens tempo durante o dia para uma pausa aproveita para ir até à esplanada ou varanda, sei que conjugar trabalho e lazer nem sempre é fácil mas com alguma ginástica conseguem-se uns minutos para relaxar.

Por fim, e porque eu sou muito chata, não te esqueças do protetor solar mesmo que vás para o trabalho: protege a tua pele do sol! Lembra-te que a radiação solar está cada vez mais intensa mas nós também estamos cada vez mais alerta dos riscos da exposição excessiva ao sol.

Eu amo o sol mas amo mais a minha pele hidratada, e tu?