Opções de contraceção de emergência

O dispositivo intrauterino que é adequado para a contraceção de emergência é um DIU de cobre-T

O DIU de cobre-T é considerado o método mais eficaz de contraceção de emergência e proporciona uma solução contracetiva continuada. No entanto, numa situação em que precisa de atuar muito rapidamente, a introdução de um DIU demora e envolve um procedimento invasivo e desconfortável. O DIU de cobre em T pode ser colocado até 120 horas (5 dias) após relações não protegidas.  No entanto, a sua utilização está restringida pela respetiva disponibilidade e pela necessidade de ser introduzido por um médico.

Contraceção oral de emergência (pílula do dia seguinte)

As pílulas contracetivas de emergência também se chamam pílulas do dia seguinte, porque é aconselhável  tomá-las o mais cedo possível após relações sexuais não protegidas.

Existem dois contracetivos orais de emergência disponíveis:

  • com a substância ativa levonorgestrel, que foi disponibilizado pela primeira vez em 1999.
  • com a substância ativa acetato de ulipristal (ellaOne®), que foi lançado em 2009.

O mecanismo de ação da contraceção oral de emergência  é inibir ou atrasar a ovulação , para que não seja libertado nenhum óvulo. A dose é um único comprimido, que deve ser tomado o mais cedo possível após relações sexuais não protegidas.

ellaOne® um avanço na contraceção de emergência1  foi desenvolvido especificamente para a contraceção de emergência

trombonebackbottom

historia CE_PT

Resumo das opções de contraceção de emergência disponíveis em Portugal

Formato Com que rapidez tenho de atuar? Até que ponto é eficaz? Como posso obtê-lo?
ellaOne® (30 mg acetato de ulipristal) Comprimido Logo que seja possível até 120 horas (5 dias) após relações sexuais não protegidas ou falha contracetiva. Pode atrasar a ovulação mesmo quando está prestes a ocorrer, que é quando o risco de fecundação é maior1,2. Farmácia
Levonorgestrel (1,5 mg) Comprimido Logo que seja possível nos 3 dias (72 horas) após relações sexuais não  protegidas ou falha contracetiva. Não é eficaz quando a ovulação está prestes a ocorrer2. Farmácia e nos locais licenciados para venda de medicamentos não sujeitos a receita médica
Dispositivo intrauterino de cobre (DIU) Um pequeno dispositivo em forma de T que é colocado no interior do útero por um médico. Logo que seja possível nos 5 dias (120 horas) após relações sexuais não protegidas ou falha contracetiva. Eficaz e além disso tem a vantagem de proporcionar contraceção regular assim que está colocado. Receita médica

Se não tem a certeza de qual é a opção certa para si, pergunte ao seu farmacêutico ou a outro profissional de saúde.
ellaOne

Referências

1. Glasier AF, et al. The Lancet 2010; 375:555-62. Updated October 24, 2014

2. Brache V, et al. Contraception 2013; 88(5):611-8.