9 filmes eróticos para ver a dois

O cinema, a sétima arte, é uma das formas mais fortes de explorar o erotismo e a sensualidade. Vê uma lista de 9 filmes eróticos para se inspirarem… a dois!

Às vezes, com a correria dos dias e a falta de tempo para dedicar a uma relação, instala-se a rotina nos casais. Cada vez mais as responsabilidades e obrigações tornam as vidas amorosas complicadas, e a intimidade sofre.

Não te preocupes, se precisas de dar um “up” nessa relação e apimentar as coisas, ou apenas inspirar-te com o teu mais-que-tudo, há uma solução infalível: ver filmes eróticos… a dois.

Confere a lista de filmes eróticos que têm que ver juntos – e dos quais vão, de certeza, tirar moves bastante quentes.

Filmes eróticos para uma noite tórrida

Atenção: esta lista não é para quem se choca facilmente! É só para os mais atrevidos.

 

O Piano, 1993 (Jane Campion)

A história deste filme desenrola-se na Nova Zelândia, e a protagonista é Ada, uma mulher num casamento infeliz que descobre no seu aluno de piano o seu despertar sexual. É um filme dramático, mas que explora a sensualidade e sexualidade entre um casal, de uma forma muito sincera e com muito erotismo.

 

Lucía y el Sexo, 2001 (Julio Medem)

Este é um dos mais conhecidos filmes eróticos de sempre. Lucía, que se refugia numa ilha mediterrânica depois do fim de uma relação, explora a sua sexualidade com um escritor, que se envolve também com uma outra mulher. A protagonista procura uma aventura, e acaba por descobrir-se a si própria e ao seu prazer.

 

Eyes Wide Shut, 1999 (Stanley Kubrick)

Este não é só um filme erótico, é uma das obras de culto do fim do milénio, com o duo Tom Cruise e Nicole Kidman. Em Eyes Wide Shut, Bill descobre que a sua mulher Alice tem fantasias sexuais com um desconhecido e fica obcecado com isso, procurando a todo o custo uma aventura sexual para se “vingar”. O filme mostra a descoberta de todo um mundo de sedução que Bill não conhecia, e no qual talvez se tenha envolvido demais.

 

The Dreamers, 2004 (Bernardo Bertolucci)

Durante os motins dos estudantes franceses, em Maio de 1968, três cineastas que vivem juntos – dois irmãos, Guillaume e Danielle, e um estudante americano, Matthew – desenvolvem uma relação que nenhum dos três tinha experienciado antes. A sensualidade presente neste filme é intensa, e toda a narrativa está envolta num grande erotismo.

 

Love, 2015 (Gaspar Noé)

Provavelmente já ouviste falar da famosa cena de sexo em 3D que domina este filme. Se não, está na hora de veres! Gaspar Noé conseguiu reproduzir o estado de luto em que o protagonista, dividido entre o amor por duas mulheres, se encontra, e explora os sentimentos e sexualidade entre eles. É um filme erótico com forte carga emocional e sexual.

 

9 Songs, 2004 (Michael Winterbottom)

9 Canções retrata uma história de amor entre um casal que partilha a paixão por música ao vivo. Estas nove canções são a banda sonora de muitos momentos íntimos que se passam à volta de uma profunda reflexão pessoal. Ficam avisados, este filme não é para todos, já que gerou imensa controvérsia pelas suas cenas de sexo explícito e não simulado.

 

Romance, 1999 (Catherine Breillat)

Este filme faz refletir sobre a monogamia, as fantasias sexuais, a fidelidade e o erotismo, contando a história da protagonista que, apesar de amar o seu namorado, não se consegue rever numa relação monógama e tradicional.

 

Emmanuelle, 1974 (Just Jaeckin)

Este filme é um clássico dos filmes eróticos, com mais de 40 anos. Emmanuelle é uma mulher que viaja para Bangkok para se encontrar com o seu marido. Bangkok, no entanto, tem uma série de fantasias e experiências sexuais reservadas para Emmanuelle.

 

Um instante de amor, 2016 (Nicole Garcia)

Um instante de amor é um filme recente que se passa nos anos 50, e é protagonizado por Gabrielle, que se apaixona por um homem que não é o seu marido. Com os Alpes de fundo, este filme é um instante de amor proibido, de sensualidade e erotismo entre um casal apaixonado que planeia fugir.

 

E para assegurar que não há contratempos, nem inseguranças, mal-entendidos ou qualquer outro problema, só tens que certificar-te que tens: um bom filme, mente aberta e livre de preconceitos, à vontade com o teu parceiro e contraceção – sexo seguro é o melhor tipo de sexo.

Que melhor forma (e mais divertida) que explorar a sexualidade e acabar com a rotina do que uma sessão tórrida de cinema e filmes eróticos? É só deixar a sétima arte fazer a sua magia…

Entretanto, confere esta lista de livros com personagens femininas fortes que tens mesmo de ler!

Em ellaone.pt, encontrarás todas as informações sobre a pílula do dia seguinte ellaOne®.