As fases do luto do fim de uma relação (e as melhores músicas para ouvir em cada uma delas)

A relação acabou e agora tens de fazer o luto. Conhece as 5 fases de luto do fim de uma relação e como superá-las com ajuda de música.

STOP! A banda sonora para cada fase de luto

Há poucos momentos na vida mais difíceis do que passar por uma separação. Tal como quando se passa por uma perda grande, como a morte de alguém próximo, o fim de uma relação traz consigo um luto pelo qual terás de passar.

A música ajuda-nos a expressar-nos, mesmo em momentos onde só apetece gritar e chorar. Assim, escolhemos as músicas mais adequadas para cada fase do luto do fim de uma relação para te ajudar a passar por esse momento.

Negação
Durante a fase da negação, tu repetes para ti própria “Eu estou bem” vezes sem conta. O teu cérebro não quer aceitar o que aconteceu, e sentes-te num estado adormecido, que quase não parece real. Infelizmente é real. Esta fase é triste, claro, mas é necessária. É sempre assim que acontece.
É aquele momento em que as pessoas próximas de ti te dizem que estás a levar tudo muito bem e que parece que recuperaste depressa. Infelizmente este é o só o início de todo um processo de luto.
Para te aguentares durante esta fase temos a banda sonora da Negação:
• “Misery” de Maroon 5;
• “Torn” de Natalia Imbruglia;
• “Someone like you” de Adele.

Raiva
Quando sais da negação, entras na raiva. Aqui só queres gritar “Não é justo” e queres vingança ou algum tipo de consolação. Nesta fase do luto, o teu humor está super inconstante: ora estás motivada, ora sentes a maior raiva possível e tanto estás triste como logo a seguir estás feliz.
É também nesta fase que podes tomar decisões impulsivas, como deixar de falar a amigos comuns só porque eles ainda falam com ele. Aqui, tenta ao máximo ser racional, e para expulsares a raiva do teu coração, tenta manter-te fisicamente ativa.
Nos momentos de raiva, as músicas a seguir podem ajudar-te a não te sentires tão sozinha:
• “Sweetheart what have you done to us” de Keaton Henson;
• “Youth” de Daughter;
• “Too Good at Goodbyes” de Sam Smith.

Negociação
Depois da fase explosiva da raiva, vem a Negociação. “Eu faço qualquer coisa para voltarmos” ou “Se eu fizer isto, ele vai querer-me de volta” são pensamentos que passam pela cabeça de alguém na fase da Negociação. A toda a hora.
Racionalmente, sabes que a relação acabou e que há uma chance muito pequena de voltar – se a relação acabou, foi por algum motivo. Mas emocionalmente, agarras-te a toda e qualquer possibilidade de poderem voltar. É uma fase injusta, mas inevitável.
Para sobreviveres à fase do luto de Negação, ouve estas músicas:
• “Skinny Love” de Bon Iver;
• “Stay” de Rihanna;
• “All I Want” de Kodaline.

Depressão
Quando percebes que, sim, acabou, e tens que viver com isso, instala-se a Depressão. Esta fase do luto do fim de uma relação parece um poço sem fundo, um buraco negro que te suga e do qual não consegues sair.
Um dia, aqui, parece um ano, e o tempo parece que passa tão devagar quando estás a sofrer. “Estou tão triste”, “Odeio a minha vida”, “Nunca vou ficar feliz”, “Nunca mais vou conseguir gostar de ninguém” são pensamentos tóxicos e incrivelmente frequentes na fase da Depressão.
Infelizmente não há um truque mágico para te ajudar nesta fase, é mesmo preciso chorar e estar infeliz durante um tempo para poder voltar à superfície. As músicas que te compreendem nesta fase são:
• “Anchor” de Novo Amor;
• “9 Crimes” de Damien Rice;
• “Need You Now” de Lady Antebellum.

Aceitação
Finalmente, depois de quatro fases dolorosas, vem a Aceitação. Esta fase não é só sorrisos e gargalhadas, não. Durante a aceitação vais ter altos e baixos, momentos de grande tristeza. No entanto, aos poucos, vais começar a perceber que o caminho é para a frente.
É assim que a Aceitação se manifesta. Uma pontinha de esperança aparece e, de repente, já és capaz de imaginar que num futuro longínquo podes voltar a ser feliz. Passo a passo vais percebendo quem és sem ele, e qual o teu potencial enquanto mulher, forte e independente. E solteira. As melhores músicas para ouvir nesta fase são:
• “Goodbye my lover” de James Blunt;
• “The Scientist” de Coldplay;
• “My Apologies” de Isbells.

O fim de uma relação nunca é fácil. Podem passar semanas, meses ou mesmo anos até que uma pessoa consiga superar completamente esta perda. No entanto, há sempre esperança, e há sempre um novo dia. Que músicas te ajudam ou ajudaram a superar o fim de uma relação?

Em ellaone.pt, encontrarás todas as informações sobre a pílula do dia seguinte ellaOne®.