Os novos termos das relações na era digital

Já foste ghosted ou és tu o ghost da relação? Será que estás mais numa de sexting the waters? Conhece os termos das relações da era digital.

Namorar na era digital já não se faz à janela, com cartas de amor e serenatas. A influência do digital nas relações é imensa e se, por um lado, a comunicação digital pode ajudar, por outro, também pode condenar uma relação.

Conheces o léxico das relações na geração millennials?

Todos os termos de que vamos falar a seguir são anglicismos, já que o inglês é a linguagem universal das redes sociais, do mundo digital e, convenhamos, permite vários trocadilhos. Conhece todo o léxico indispensável para as relações da era digital.


Sexting
O sexting – de sex e texting (enviar mensagens) – é já bem conhecido de todos nós. É aquela prática de enviar SMS ou mensagens mais provocadoras ou eróticas, com a ocasional nude associada.


Sexting the waters
Sexting the waters é um termo complexo: vem de uma mistura de sexting e testing the waters – uma expressão de língua inglesa que significa mais ou menos “sondar” uma situação antes de testar algo novo. Então, sexting the waters é o que acontece quando alguém quer tentar o sexting mas dá apenas dicas subtis. Pode começar com o típico “Que fazes?” às tantas da manhã, ou com respostas do género “Estou aqui na cama, a relaxar.”


Benching
Benching é, na verdade, uma situação má e, infelizmente, demasiado comum, especialmente nas relações casuais. Benching é o que acontece quando alguém deixa outra pessoa “no banco”, como uma curte ou relação de reserva. Basicamente, quando se faz benching a alguém, mantém-se o contacto com essa pessoa – nas redes sociais e por mensagem – de forma a mantê-la como “suplente”.


Ghosting
O terrível, horrível, desgraçado ghosting (de ghost, fantasma). É aquela situação em que alguém se torna um “fantasma”: desaparece, deixa de falar, não atende as chamadas nem responde às mensagens, sem razão aparente.


Haunting
Depois do ghosting, pode acontecer o haunting (assombrar), que é quando uma pessoa que desapareceu sem deixar rasto, começa a aparecer lentamente – um like aqui, um comentário ali – e tenta entrar na tua vida novamente.


Caspering
O caspering – que vem de Casper, o fantasma simpático – é uma forma não tão hardcore de ghosting. A pessoa que faz caspering normalmente desaparece depois de ser honesta e aberta, e colocar tudo em pratos limpos. É uma forma mais simpática, digamos, de ghosting.


Free climbing
Avisamos já que esta vai ser muuuito familiar a muuuuita gente… Não matem o mensageiro. Freeclimbing é o que acontece quando uma pessoa faz aquele stalking digital a outra pessoa por quem tem um fraquinho. Isto inclui colocar o nome no Google e ler tudo o que aparece nos resultados, procurar essa pessoa em todas as redes sociais e cuscar tudo… mas sempre na sombra. Sem adicionar, sem pôr um like, nada.


Printing
Isto é o horror absoluto. É aquele momento em que queremos morrer, desaparecer, chorar, mudar de país, fazer uma operação plástica e mudar de nome ou, se possível, nunca ter nascido. É aquele momento tenebroso em que estamos a fazer um stalking digital, freeclimbing, e este corre mal: acabámos de pôr um like acidental numa foto de 2011. Uma. Foto. De. 2011.


Situationship
Situationship é o que se chama a uma relação na qual não há compromisso, mas há. É uma espécie de relacionamento sem rótulo que funciona em quase tudo como um namoro sério. Pode envolver conhecer os pais, família, amigos, fazer férias juntos, mas sem chamar-lhe “namoro”. E, claro, pode ocorrer estar com outras pessoas pelo meio.


Tuning>
O tuning, que literalmente significa sintonizar ou afinar, acontece quando uma pessoa tem sentimentos românticos por outra mas evita falar do assunto, não diz o que sente, e tenta manter a outra pessoa numa situationship. Pode ser uma situação temporária ou pode tornar-se numa manipulação constante que degenera numa relação tóxica.


Breadcrumbing
O breadcrumbing – que vem de breadcrumbs ou migalhas (de pão) – é uma situação em que uma pessoa dá “migalhas” a outra, mas nunca a baguete inteira. O que significa isto? É aquela pessoa que te manda mensagens constantemente (ou até uns sexts) mas nunca pode combinar, cancela planos frequentemente, e evita estar contigo presencialmente.


Stealthing
Este termo não é para brincadeiras. Mais que um termo usado no mundo digital, é uma prática bem real, e muito perigosa. Stealthing é o nome que se dá à prática de remover o preservativo a meio da relação sexual, sem consentimento do parceiro ou parceira. Sabes porque é que o sexo seguro é o melhor? Informa-te também sobre a contraceção de emergência para o caso de acontecer algum percalço.
Conheces mais algum termo? Já te fizeram – ou fizeste – alguma destas coisas? Partilha com as tuas amigas!

Em ellaone.pt, encontrarás todas as informações sobre a pílula do dia seguinte ellaOne®.