Quando tomar a pílula do dia seguinte?

Quando tomar a pílula do dia seguinte, é um pergunta que muitas de nós mulheres gostávamos de ver respondida, mais que não seja porque, podemos em algum momento da nossa vida precisar de recorrer à contraceção de emergência. Um descuido pode acontecer a qualquer momento e, no que toca a isto nenhuma de nós está imune.

A contraceção de emergência representa uma segunda oportunidade para a mulher depois de ter uma relação sexual desprotegida ou falha do método contracetivo utilizado e que não deseja engravidar nesse momento. Se te revês nesta situação deves recorrer à contraceção de emergência o mais rápido possível e assim podes evitar uma gravidez não planeada.

É importante referir que a pílula do dia seguinte não deve ser usada como método contracetivo regular, nunca! A pílula do dia seguinte deve apenas ser utilizada em situações de emergência. As relações sexuais não protegidas, ou os acidentes contracetivos podem acontecer, e ainda bem que hoje podemos dizer que também nestes casos existe uma segunda oportunidade.

1.   Quando tomar a pílula do dia seguinte

São vários os cenários em que podes necessitar de recorrer à contraceção de emergência:

  • Esqueceste-te de tomar a pílula mais de um dia, estavas doente ou vomitaste
  • Não usaste preservativo ou este rompeu-se acidentalmente
  • Utilizaste de forma errada o adesivo ou o anel vaginal
  • Falha no coito interrompido
  • Não usaste nenhum método contracetivo
  • Tomaste antibiótico ao mesmo tempo que o teu contracetivo oral.
  • Outras situações que não encontres aqui descritas, ou no caso de dúvida, consulta o teu médico ou farmacêutico.

Se estás entre estes casos e ficar grávida neste momento não faz parte dos teus planos, a tua segunda oportunidade pode ser ellaOne® .

ellaOne® é uma pílula do dia seguinte de última geração1,2 que pode evitar a gravidez após relação sexual não protegida, ou em caso de falha do método contracetivo regular habitual utilizado, que atua adiando ou inibindo a ovulação. Portanto, na altura em que um óvulo é libertado, os espermatozoides que estão no trato genital feminino já não conseguem fecundá-lo. ellaOne® atua quando é mais importante, já que é capaz de adiar ou inibir a ovulação mesmo quando estás prestes a ovular, que é quando o risco de ficares grávida é maior. A pílula do dia seguinte não tem qualquer efeito se a ovulação já tiver ocorrido, isto quer dizer que, a pílula do dia seguinte não interrompe uma gravidez em curso.

Se quiseres voltar a ter relações sexuais após utilizar ellaOne®, utiliza um método contracetivo de barreira fiável (preservativo) em todas as relações sexuais posteriores até ao próximo período. Isto porque a tua fertilidade pode regressar muito rapidamente. ellaOne® é adequado para mulheres em idade fértil, incluindo adolescentes.

Em Portugal ellaOne®  é um medicamento não sujeito a receita médica de dispensa exclusiva em farmácia. O comprimido deve ser tomado assim que possível após a relação sexual não protegida ou falha do contracetivo. Destina-se a utilização ocasional e não deve substituir o teu método contracetivo regular.

Lembra-te que existe sempre resposta para as tuas perguntas ou dúvidas sobre ellaOne®. Procura-as quando quiseres ou se preferires consulta o teu médico ou farmacêutico para que este te possa aconselhar.

www.ellaone.pt

  1. Gemzell-Danielsson and Meng, Int. J. Women’s Health 2010:2 53–61.
  2. Resumo das características do medicamento ellaOne®.
  3. World Health Organization. Family planning. Updated July 2017. http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs351/en/index.html.

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/18hrap003-production/www/18hrap003/releases/29/wp-content/themes/ellaonewomen/functions.php on line 599